São Paulo, SP

DICAS

Confira as dicas dos profissionais
para cada etapa de sua obra.

Imprimir

Dicionário de Termos Mais Usados da Arquitetura e Construção Civil

Confira o Dicionário de Termos Mais Usados da Arquitetura e Construção Civil no Portal da Construção Sua Obra

A seguir listamos os Principais Termos da Arquitetura e Construção Civil acompanhados por uma simples definição e em alguns casos com alguns exemplos, a fim de deixar bem claro o significado de cada um dos itens!

Solicite Orçamento Grátis Online de Arquitetos no Portal da Construção Sua Obra.

 Ar-Condicionado-Gratis

Dicionário de Termos Mais Usados da Arquitetura e Construção Civil-de-a-a-c

Termos em Arquitetura e Construção com a letra: A

 

Abaular

Dar forma curva, arqueada, a uma superfície, a fim de proporcionar melhor escoamento da água ou acabamento estético.

Abertura

Termo genérico que resumo todo e qualquer rasgo na construção, seja para dar lugar a portas e janelas, seja para criar frestas ou vãos.

Abertura de vala

Ato de fazer valas.  

Abóbada

Todo o teto côncavo pode-se chamar abóbada. Cobertura encurvada. Do ponto de vista geométrico, a abóbada tem origem num arco que se desloca e gira sobre o próprio eixo, cobrindo toda a superfície do teto. As abóbadas variam de acordo com a forma do arco de origem. Abóbada ogival, também chamada gótica, cujo arco tem forma de ogiva, é uma marca da arquitetura árabe. Abóbada aviajada tem origem num arco cujas extremidades estão em desníveis. Há ainda a abóbada de lunetas. De menor altura, esse tipo está presente nas casas de estilo colonial americano e facilita a iluminação interior.  

Abrasão

Desgaste causado nas superfícies pelo movimento de pessoas ou objetos.  

Abrigo

Lugar onde o homem pode-se proteger das intempéries. No uso corrente, indica locais como garagem, também chamada abrigo de carro.

Acabamento

Remate final da estrutura e dos ambientes da casa, feito com os diversos revestimentos de pisos, paredes e telhados.

Acetinado

Todo o material tratado para ter textura semelhante ao cetim.

Acesso 

Rampa, escada, corredor ou qualquer meio de entrar e sair de um ambiente, uma casa ou um terreno.

Aço-carbono

Liga de aço e carbono que resulta num material leve e de grande resistência.

Adega

Também conhecida como cave. A palavra, provavelmente, tem origem no termo francês  cave: lugar especial da casa, em geral no subsolo, onde se guardam vinhos e azeites. A adega precisa de ter condições climáticas controladas, para melhor conservar os vinhos.  

Adobo (ou Adobe)

  Tijolo feito com uma mistura de barro cru, areia em pequena quantidade, estrume e fibra vegetal. Deve ser revestido com massa de cal e areia. O termo adobe vem do árabe attobi e designa, também, seixos rolados dos leitos de rios.

Afagar

  Nivelar, aplainar, desbastar saliências ou alisar madeiras.

Afastamento (ou Recuo)

Refere-se às distâncias entre as faces da construção e os limites do terreno.  

Aglomerado (ou Contraplacado)

Placa prensada, composta de serragem compactada com cola e fechada com duas lâminas de madeira.

Agregado

  É o material mineral (areia, brita, etc.) ou industrial que entra na preparação do betão.

Água do telhado

Cada uma das superfícies inclinadas da cobertura, que principia no espigão horizontal (cumeeira) e segue até à beirada.

Água-furtada

Vão entre as tesouras do telhado. Ângulo do telhado por onde correm as água pluviais. Sótão com janelas que se abrem sobre as águas do telhado.  

Água-mestra

Nos telhados retangulares de é o nome que se dá às duas águas de forma trapezoidal. As duas águas triangulares chamam-se tacaniças.

Alambrado

  A cerca feita com fios de arame que delimita um terreno.

Alçapão

Portinhola no piso ou no que dá acesso a caves ou sótãos.

Alçar

Levantar a parede, construir.

Aldrava (ou Aldraba)

Argola que fica do lado de fora da porta e serve de instrumento para bater à porta.  

Alicerce

Ver Fundação.  

Almofada

  Na marcenaria e carpintaria, peça com saliência sobreposta à superfície.

Alpendre

Cobertura suspensa por si só ou apoiada em colunas sobre portas ou vãos. Geralmente, fica localizada na entrada da casa. Aos alpendres maiores dá-se o nome de varanda.  

Alto-relevo

Saliência criada e definida numa superfície plana.

Alvará de construção

Documento emitido pela autoridade municipal onde a construção está localizada, que licencia a execução da obra.

Alvenaria

Conjunto de pedras, de tijolos ou de blocos – com argamassa ou não – que forma paredes, muros e alicerces. Quando esse conjunto sustenta a casa, ele chama-se alvenaria estrutural. O próprio trabalho do pedreiro.  

Amianto

  Tem origem num mineral chamado asbesto e é composto por filamentos delicados, flexíveis e incombustíveis. É usado na construção de refratários e na composição do fibrocimento.

Andaime

Plataforma usada para alcançar pavimentos superiores das construções.

Anodização

Tratamento químico no alumínio que lhe confere aparência fosca e cores variadas.  

Anteprojecto

Primeiras linhas traçadas pelo arquiteto em busca de uma ideia ou concepção para desenvolver um projeto.

Apicoado

  Superfície submetida a desbastamento do qual resulta uma textura rugosa, antiderrapante. Normalmente feito de pedras.

Aplique

Ornamento. Enfeite fixado em paredes ou muros.

Aprumar

Acertar a verticalidade de paredes e colunas por meio do prumo.

Aquecimento central

Sistema provido de resistências elétricas ou de serpentinas (se o aquecimento for feito a gás) que centraliza o aquecimento da água de todas as torneiras de uma casa.  

Arcada 

Sucessão de arcos.

Arco

Semicircunferência que cobre um vão. Nome dado à construção que dá origem às abóbadas.  

Arenito

  Rocha composta de pequenos grãos de quartzo, calcário ou feldspato, usada em pisos externos. Nos pisos internos, o arenito normalmente recebe polimento e rejunte de granilite.

Argamassa

Mistura de materiais inertes (areia) com materiais aglomerantes (cimento e/ou cal) e água, usada para unir ou revestir pedras, tijolos ou blocos, que forma conjuntos de alvenaria. Ex.: argamassa de cal (cal+areia+água). A argamassa magra ou mole é a mistura com menor quantidade de aglomerante (cal e/ou cimento), responsável pela aglutinação. Já a argamassa gorda tem o aglomerante em abundância.

Armadura estrutural

  Conjunto de ferros que ficam dentro do betão e dão rigidez à obra.

Arquitetura

Arte de compor e construir edifícios para qualquer finalidade, tendo em vista o conforto humano, a realidade social e o sentido plástico da época em que se vive. Uma das artes mais antigas. Escritos medievais são ilustrados com Deus segurando compasso e esquadro, uma alusão ao arquiteto do universo.  

Arquitrave

Viga de sustentação que, nas suas extremidades, se apoia em colunas.  

Arrimar

Apoiar, encostar, escorar.

Art Déco

Movimento que atinge o seu apogeu entre os anos 20 e 40. Surge em oposição aos excessos do Art Nouveau e marca a arquitetura com linhas geométricas e tons pastel. O movimento concilia a produção industrial e as artes, influenciando os primeiros trabalhos do arquiteto franco-suíço Le Corbusier. Ele tornou ainda mais despojadas as formas desse estilo, criando as bases da arquitetura funcional ou moderna. Os projetos enfatizam vãos e grandes espaços envidraçados. As colunas, antes ornamentadas, agora assumem função estrutural e passam a ser denominadas pilotis.  

Art Nouveau

A Arte Nova refere-se ao estilo arquitetônico e de arte decorativa que marcou o final do século XIX e o começo do XX. Muitos dos seus elementos retomam o Rococó e o Gótico. Assim, os edifícios mostram ornatos como ninfas com flores nos cabelos. Na Europa, misturou-se a elementos regionais, ganhando diversas versões. A primeira construção art nouveau foi projetada pelo arquiteto belga Victor Horta, em 1892, em Bruxelas. Mais tarde, o metro de Paris (França), recebeu portões projetados por Hector Guimard, que traziam formas sinuosas. Antônio Gaudi, um dos mais brilhantes arquitetos espanhóis, foi buscar inspiração às tradições medievais do seu país para erguer obras dentro do novo estilo. Em Barcelona, projetou a Sagrada Família, catedral que começou a ser construída em 1883, com torres góticas e adornos barrocos. O estilo art nouveau começou a perder força pouco antes da Primeira Guerra Mundial (1914-18).  

Assentar

  Colocar e ajustar tijolos, blocos, esquadrias, pisos, pastilhas e outros acabamentos.

Aterro

  Colocação de terra ou entulho para nivelar uma superfície irregular

Átrio

Pátio de entrada das casas romanas, cercado por telhados pelos quatro lados, porém descoberto. Hoje o termo identifica um pátio de entrada de uma habitação.

AutoCAD

Software que facilita a confecção de plantas em arquitetura e croquis, oferecendo ferramentas essenciais para realizar projetos em computador. Fabricado pela Autodesk.  

Azulejo

Ladrilho. Placa de cerâmica polida e vidrada de diversas cores. A origem do azulejo remonta aos povos babilônicos. Com os árabes, os azulejos ganharam maior difusão, marcando fortemente a arquitetura moura na Península Ibérica. Originalmente, os azulejos apresentavam relevos, característica que sobrevive até hoje.

Termos em Arquitetura e Construção com a letra: B

 

Baixo-relevo

  Trabalho de escultura em que as figuras sobressaem muito pouco em relação à superfície que lhes serve de fundo.

Balanço

  Saliência ou corpo que se projeta para além da prumada de uma construção, sem estrutura de sustentação aparente.

Balaústre

Pequena coluna ou pilar que, alinhada lado a lado, sustenta corrimãos. Tem origem no latim balaustium, nome da flor de romã, cuja forma inspirou os primeiros balaústres.

Balcão

  Elemento em balanço, na altura de pisos elevados, disposto diante de portas e janelas. É protegido com grades ou peitoril.

Baldrame

  Designação genérica dos alicerces de alvenaria. Conjunto de vigas de betão armado que corre sobre qualquer tipo de fundação. Peças de madeira que se apoiam nos alicerces de alvenaria e que recebem o vigamento do soalho.

Bandeira

Caixilho fixo ou móvel, situado na parte superior de portas e janelas. Pode ser fixo ou móvel, favorecendo a iluminação e a ventilação dos ambientes.

Bangalô

Do inglês bungalow, designa as casas de campo construídas na Índia, térreas e com grandes varandas cobertas.

Barrado

Lambris, revestimento colocado nas partes inferiores das paredes.

Barroco

  Estilo marcado pelo excesso de detalhes e de rebuscamentos. Historicamente, foi uma reação à austeridade do período artístico anterior, o Clássico. Na arquitetura, introduziu novas concepções de espaço, de tempo e, principalmente, de movimento. Assim, as construções exibem um vasto número de ornatos, apliques e pingentes que parecem flutuar em fachadas e paredes.

Barrote

Pequena peça de madeira, chumbada com massa na laje, que permite fixar o piso de tábua. Tem de 3 a 5 centímetros de comprimento e de 2.5 a 3.5 centímetros de altura.  

Basalto

  Rocha muito dura, de grão fino e cor escura, usada na pavimentação de estradas e na construção.

Basculante

Sistema empregado em portas e janelas, onde as peças giram em torno de um eixo até atingir a posição perpendicular em relação ao batente ou à esquadria, abrindo vãos para ventilação.

Batente

Rebaixo onde a porta ou a janela encaixam-se ao fechar. A folha que fecha primeiro, na porta ou janela.

Beiral

  Prolongamento do telhado para além da parede externa, protegendo-a da ação das chuvas. As telhas dos beirais podem ser sustentadas por mãos-francesas. 

Betão

  Mistura de água, cimento, areia e pedra britada, em proporções prefixadas, que forma uma massa compacta e endurece com o tempo. Betão aparente é aquele que não recebe revestimentos. Betão armado: na sua massa dispõem-se armaduras de metal para aumentar a resistência. Betão ciclopico tem pedras aparentes e de formas irregulares. Betão celular é uma variável que substitui a pedra britada por microcélulas de ar, conferindo-lhe grande leveza

Betoneira

  Máquina que prepara o betão ou mistura as argamassas.

Bloco

  Designa edifícios que constituem uma só massa construída.

Bloco cerâmico

Elemento de vedação com medida-padrão. Pode ter função estrutural ou não.  

Bloco de betão

  Elemento de dimensões padronizadas. Tem função estrutural ou decorativa

Bloco de vidro

  Elemento de vedação que ajuda a iluminar o ambiente.

Bloco sílico-calcário

Mistura de areia silicosa e cal virgem. Tem função estrutural.

Boleado

Acabamento abaulado no contorno da superfície de madeira, pedra, plástico ou metal.

Braçadeira

Peça metálica que, normalmente, segura as vigas ou tesouras do madeiramento. Também fixa peças, como tubos, em paredes.

Brita (Pedra britada)

Pedra fragmentada. Fragmentos de pedra usados na betonagem.

Termos em Arquitetura e Construção com a letra: C

 

Caiar

Pintar com cal diluída em água.

Caibro

Peça de madeira que sustenta as ripas de telhados ou de soalhos. Nos telhados, o caibro assenta nas cumeeiras, nas terças e nos frechais. No soalho, apoia-se nos barrotes.

Caixa-d’água

Depósito de água confeccionado em materiais como betão armado, fibrocimento, aço ou plástico.  

Caixa de escada

Espaço, em sentido vertical, destinado à escada.

 Caixilho

Parte da esquadria que sustenta e guarnece os vidros de portas e janelas.  

Cal

Material indispensável à preparação das argamassas. É obtida a partir do aquecimento da pedra calcária a temperaturas próximas dos 1000 graus Celsius, processo que resulta no aparecimento do monóxido de cálcio (CaO) e ganha o nome de cal virgem.

Calafetar

  Vedar fendas e pequenos buracos surgidos durante a obra.

Cálculo estrutural

Cálculo que estabelece a dimensão e a capacidade de sustentação dos elementos básicos de uma estrutura.

Calha

Canal. Duto de alumínio, ferro galvanizado, cobre, PVC ou latão que recebe as águas das chuvas e as leva aos condutores verticais.

Canalizador

Profissional que executa o projeto hidráulico do engenheiro.

Canteiro de obra

Local da construção onde se armazenam os materiais (cimento, ferro, madeira, etc.) e se realizam os serviços auxiliares durante a obra (preparação da , dobragem de ferro, etc.)

Cantoneira

Peça em forma de L que remata quinas ou ângulos de paredes. Também serve de apoio a pequenas prateleiras.

Capa

Demão de tinta. Camada de betão aplicada sobre a pedra que impermeabiliza a superfície.

Capitel

Parte superior, em geral esculpida, de uma coluna. Alguns capitéis são simples, pouco ornamentados, a exemplo dos dóricos. Outros, como os jónicos, são rematados com volutas.

Carpinteiro

Profissional que trabalha o madeiramento de uma obra.

Cascalho

Lasca de pedra.  

Caulino

Argila branca, rica em carbonato de cálcio, base de extração de cal.

Cave

Pequeno espaço situado entre o solo e o primeiro pavimento de uma casa.  

Cavilha

  Peça de fixação que serve para manter juntas as peças de madeira, as estruturas de alvenaria, etc. Tem formato cilíndrico -cônico, com uma cabeça numa das extremidades e uma abertura na outra, onde se encaixa a chaveta – um tipo de trava -, que completa a junção.

Cerâmica

Arte de fabricação de objetos de argila, tais como tijolos, telhas e vasos. Também se refere às lajotas usadas em pisos ou como revestimento de paredes.  

Chaminé

Duto de metal ou de alvenaria que conduz o fumo da lareira e do fogão para o exterior da casa.

Chanfrar

Cortar em diagonal os ângulos retos de uma peça.

Chapiscar

Lançar argamassa de cimento e areia grossa contra a superfície para torná-la áspera e facilitar a aderência da primeira camada de argamassa.

Chumbar

Fixar com cimento.

Cimento

Aglomerante obtido a partir do cozimento de calcários naturais ou artificiais. Misturado com água, forma um composto que endurece em contato com o ar. É usado com a cal e a areia na composição das argamassas. O cimento de uso mais frequente hoje é o Portland, cujas características são resistência e solidificação em tempo curto. Desenvolvido em 1824, por um fabricante inglês decal, ganhou esse nome porque a sua coloração era semelhante à da terra de Portland. Outros tipos surgem na mistura desse cimento com diversos compostos ou elementos, como o cimento com pó de mármore, que dá uma cor esbranquiçada ao material.

Clarabóia

Abertura no teto da construção, fechada por caixilho com vidro ou outro material transparente, para iluminar o interior.

Clássico

  Relativo à arte e à cultura dos antigos povos gregos e romanos. Período marcado por construções de planta retangular, colunas e frontões. Essas formas, inicialmente presentes nos templos, passaram a repetir-se nas casas, de maneira mais sóbria, e nas fachadas pouco ornamentadas. Adjetivo para tudo o que se torna modelo ou padrão em arquitetura.

Cobertura

Conjunto de madeiramentos e de telhas que serve de proteção à casa.

Colonial

  Tipo de arquitetura praticada nos países que foram colônias. Assim, as influências portuguesas estão presentes já nas primeiras construções brasileiras e as espanholas marcam alguns países da América do Sul, Central e do Norte. Os ingleses deixaram a sua herança na América do Norte. Já elementos da arquitetura holandesa e francesa aparecem na América Central, sobretudo na região das Caraíbas.

Coluna

Elemento estrutural de sustentação, quase sempre vertical. Ao longo da história da arquitetura, assumiu as formas mais variadas e diversos ornamentos. Pode ser de pedra, alvenaria, madeira ou metal e consta de três partes: base, fuste e capitel. Esses elementos aparecem inicialmente nas colunas dóricas e jônicas dos templos gregos. A partir da visão funcionalista do arquiteto suíço Le Corbusier, ainda na primeira metade deste século, as colunas passaram a ser chamadas internacionalmente de pilotis e ganharam formas limpas.

Contra-piso

Camada, com cerca de 3 centímetros de cimento e areia, que nivela o piso antes da aplicação do revestimento.

Contraplacado

Chapa de madeira sobreposta e colada sob forte pressão. Tem as mesmas características da madeira em relação à elasticidade e ao peso. Apresenta, porém, maior resistência e homogeneidade, o que permite o fabrico de peças de grandes dimensões.

Contraverga

  Viga de betão usada sob a janela para evitar a fissuração da parede.

Corrimão

Apoio para a mão colocado ao longo das escadas.

Cromado

Metal que recebe uma camada de cromo. Elemento metálico, duro, que dá brilho semelhante ao aço inoxidável.

Croqui

Primeiro esboço de um projeto arquitetônico.

Cumeeira

Parte mais alta do telhado, onde se encontram as superfícies inclinadas (águas). A grande viga de madeira que une os vértices da tesoura e onde se apoiam os caibros do madeiramento da cobertura. Também chamada espigão horizontal.  

 Cúpula

Ver Abóbada.

Dicionário de Termos Mais Usados da Arquitetura e Construção Civil de A a C

Fonte: https://www.papodearquiteto.com.br/

Confira Também:

Solicite Orçamento Grátis Online de Arquitetos no Portal da Construção Sua Obra.

 Ar-Condicionado-Gratis