São Paulo, SP

DICAS

Confira as dicas dos profissionais
para cada etapa de sua obra.

Imprimir

Dengue: Calhas podem se tornar um grande criadouro de mosquitos


Publicado em 7 de abril de 2015 por EuliCalhas

A cidade de Campinas registrou em apenas quatro meses 17.100 casos de dengue, sendo essa, a maior epidemia da história, segundo dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde. É cada vez mais comum encontrar água empoçada nas calhas das residências, o que pode se tornar um grande criadouro de mosquitos, prejudicando o combate à dengue.

Dengue-Campinas-Agua-Parada

Estudo recente feito com informações de Agentes de Saúde concluiu que 80% dos criadouros do mosquito Aedes Eegypti, transmissor da dengue, encontram-se dentro dos domicílios.

A água parada nas calhas podem causar corrosões e vazamentos, sendo assim, é importante garantir que elas drenem a água corretamente. Porém existem problemas que podem causar danos ainda maiores, sua calha pode estar servindo de criadouro para mosquitos.

Instalar as calhas no ângulo certo previne que a água fique empoçada e garante o escoamento adequado. Cada peça deve ser posicionada de maneira que seu ângulo verta a água para o cano de escoamento. A maneira mais eficiente de reduzir o número de casos é eliminando qualquer tipo de água parada.

Lembre-se: Os ovos sobrevivem por mais de 450 dias em ambiente seco e em contato com a água, eclodem dentro de 7 ou 10 dias. Em sua residência podem ter ovos que foram depositados no ano passado e eclodiram apenas agora.

Importante: As calhas devem ser limpas após os dias de chuva. Pode-se usar uma vassoura para remover toda a água empoçada e água sanitária no local, pois isso matará os possíveis ovos de mosquitos que estejam em suas calhas.

A EuliCalhas atende em toda a região de Campinas com serviços e produtos de qualidade garantida. Faça seu orçamento conosco sem compromisso!